quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

AS MULHERES DE MEUS DEVANEIOS

Matilde Mastrangi

Minha nossa senhora! Essa dona arrasou comigo quando garoto. Matilde Mastrangi, com seus dotes físicos, digamos, gostosona sem academia, enlouquecia qualquer um. Era muita carne de primeira ali, uma opulência perfeita, apetitosa.

Wanderley Cardoso, em 1971, indicou a moça ao Silvio Santos, que na mesma hora a colocou para dançar no palco. Virou modelo logo depois, saindo na capa de algumas revistas. Em fevereiro de 1983 saiu na capa da playboy, uma edição bem disputada.

Depois do sucesso na TVS ajudando o dono do baú, seu "talento" foi descoberto e passou a estrelar os famosos filmes de pornochanchada. Estreou em 1974 com "As Cangaceiras Eróticas, e participou de mais trinta longas do gênero. Destaques para "Bacalhau", uma paródia escrachada de Tubarão, "Caçadas Eróticas", "A Noite das Taras" e "Pecado Horizontal".



Matilde, ao lado de Helena Ramos, foi umas das principais atrizes desses filmes de pouca vergonha. Nas gravações de "Uma ilha para três" conhece o ator Oscar Magrini, com quem se casou e teve uma filha.

Com esta, meus caros, nunca tive vontade de me casar, desejo que possui pela Monique Lafond (veja aqui), mas sim de fazer bagunça mesmo. Ela tirou meu sono de garoto várias vezes, e sua cara de tarada fez muito marmanjo perder a noção e arrumar confusão com a patroa. Quando tinha a oportunidade de ver um filme seu passando pela madrugada, chegava perto da tv para tentar sentir o cheiro de seu corpo através da tela, e meus devaneios eram tantos que realmente sentia aquela essência de pecado carnal penetrando por minhas narinas.

Ela tinha um domínio sobre mim, mesmo sem me conhecer. Chegou um momento que a coisa parecia tão real que achava que via o rosto de Matilde em várias mulheres. A Dona Jurema, moça da cantina lá da escola, foi uma vítima dessa minha doença. Vivia chamando a coitada de Matilde.

Foi uma época de muita imaginação farta, que às vezes parecia loucura.

Até.

4 comentários:

leo boechat disse...

Sentir cheiro pelo tubo de imagem foi meio exagerado, mas a incrível foto do "bacalhau" abocanhando o traseiro da musa valeu o post!

Abraço.

Diego Moreira disse...

Se eu tivesse que escolher uma receita de cozinha pra se enquadrar nesse texto eu não teria dúvida: punheta de bacalhau!

Que beleza, Felipinho! Abraço!

Mosca Branca disse...

Pervertido!

ricardo disse...

Aonde eu encontro esse filme, kkkkkkkkkkkk....